O Lacoustica e o empreendedorismo


Estamos em 2019 e o modo de fazer e oferecer música e seus serviços conexos mudou radicalmente com o advento da internet e a consequente popularização das ferramentas de divulgação e das novas tecnologias.

Eu tocava numa banda de pop-rock entre 98 e 2008 aqui no RJ e nosso único objetivo era conseguir chamar a atenção de uma gravadora para sermos projetados no cenário musical nacional. Sonhos grandes, decepções idem. Ensaiávamos toda semana, tocávamos nos piores lugares do RJ para um público decepcionante, gastamos uma grana forte com gravação de CD em excelentes estúdios, tínhamos ajuda de artistas famosos que nos davam a maior força e nos deixavam abrir seus shows...

E nada.

Tudo era caro, as informações eram protegidas pelos profissionais bem sucedidos para não sofrerem concorrência e não havia sistematização do conhecimento de produção e marketing musical. Você aprendia um pouco aqui ou acolá, ouvia uma dica aqui, se estrepava ali e seguia em frente.

Era a época do crescimento do Google e nascimento das mídias sociais. Não conseguimos a gravadora e ficamos num beco sem saída. O desgaste foi inevitável e a banda se desfez por óbvia frustração e falta de perspectiva. Poderíamos seguir caminhos alternativos? Óbvio que sim! Pensando hoje, logicamente.

O fato é que pela falta de espírito empreendedor e "pensar fora da caixa", a banda sequer vislumbrou a hipótese de arriscar-se de modo sustentável do modo independente, adaptando-se às oportunidades do mercado e não abria mão do trabalho autoral. Esse foi um erro fatal.

Hoje com mais de dez anos do fim da banda, percebo que não tinha maturidade nem conhecimento para superar aquele obstáculo, mas tenho um universo de informação e conhecimento disponíveis para esse novo mundo que surgiu. Na internet encontramos centenas de cursos de produção e marketing musical, coaching de carreira, instrumentos e mais de uma dezena de assuntos relacionados a música e ao business.

Qualquer músico que queira se aventurar e se adaptar aos novos tempos tem plenas condições de alçar vôo em sua carreira. Diversos nichos e possibilidades se tornaram visíveis, apesar de sempre existirem, novas áreas surgiram, novos músicos se formaram.

E o Lacoustica? E o "quico"? O Lacoustica é reflexo direto desse novo mundo. É o acúmulo de conhecimento sistematizado e focado durante anos aliado a um desejo íntimo de pensar a música de modo empreendedor e autossustentável. Pensando de modo planejado e direcionado, unindo o útil ao agradável, conhecendo seu público e pesquisando muito sobre a temática escolhida. A verdade é que se não pensasse no grupo como um empreendimento, possivelmente recairia nos mesmos erros passados. 

E você? O que você tem com isso? Tudo, meu amigo. Sem o feedback do público, não teria como avaliar nossas ações, se estamos no caminho certo e quais os erros que precisam ser reparados.

Portanto, gostaria de agradecer a todos os fãs que contribuíram com seus likes e comentários no Facebook, Instagram e YouTube. Vocês não sabem da importância da interação virtual em nossas redes sociais. Somos muito gratos por isso.

E você que quer ser músico ou tornar sua musicalidade em algo palpável e reconhecido no mercado? Estude, crie laços com seu público e colegas de profissão, liberte-se das amarras, abandone a maneira tradicional de fazer música. O mundo não é dos melhores e dos mais fortes, mas sim daqueles que conseguem se adaptar mais rapidamente sem preconceitos e com honestidade para seu público. Força sempre.


André Céia.




0 visualização